Batalha de Ramree – A maior tragédia com animais da história

351
Batalha nos pântanos de Ranree
Batalha nos pântanos de Ranree

Ilha Ramree, é uma ilha situada na costa do Estado de Rakhine, na Birmânia. A área da ilha é de cerca de 1350 km² a ilha se tornou famosa por seus pântanos repletos de crocodilos gigantes e pala famosa tragédia com soldados Japoneses que ficou conhecida como a A batalha de Ramree.

SE_002256_landings_on_Ramree_island (1)

Em resumo a os japoneses montaram uma resistência “heroica” na cidade ignorando todos os pedidos de rendição oferecidos pelos Ingleses, porém após uma sangrenta batalha eles foram expulsos sendo obrigados a retira-se da cidade. A tropa japonesa penetrou cerca de 16km dentro dos pântanos lamacentos e repletos de insetos peçonhentos, porém seu pior martírio seriam os crocodilos com mais de 6 metros que rodeavam os pântanos.

pantanos de ramree-3

Estima-se que mais de 1000 soldados japoneses adentraram os pantanos de Ramree, porém apenas 20 homens conseguiram escapar do considerado pelo “Guinness Book of World Records” (livro dos Recordes) “O maior desastre sofrido por humanos, causado por animais“.

pantanos de ramree-4

Abaixo segue um relato feito pelo naturalista Bruce Stanley Wright em seu livro Wildlife Sketches Near and Far de 1962:

“Aquela noite foi horrível para as tropas que estavam posicionadas na borda do pântano e ouviram tudo. Alguns homens tiveram de ser dispensados da patrulha por não suportar os gritos que vinham lá de dentro. Os crocodilos atraídos pelo som da batalha e pelo cheiro de sangue convergiram aos milhares para o interior da ilha usando os mananciais rasos para se esconder e atacar de surpresa. O ataque do crocodilo de água salgada é rápido e certeiro, o animal se move com precisão, saindo da água apenas o suficiente para alcançar seu alvo e mordê-lo com presas afiadas capazes de triturar ossos como se fossem gravetos. Os crocodilos se concentraram nos feridos e naqueles muito extenuados ou aterrorizados para correr. O crocodilo de água salgada tem uma particularidade tenebrosa: ele continua atacando mesmo que tenha obtido carne suficiente para se fartar. Ele costuma afundar suas vítimas na água em tocas alagadas onde acumulam um estoque de carne. Os soldados que conseguiram correr foram perseguidos na escuridão, tendo que fugir através da lama que impedia sua retirada. Mesmo os que conseguiram subir em árvores não estavam à salvo. Os crocodilos aguardavam pacientemente até que a fome os obrigasse a descer e muitos preferiram acabar com o horror colocando uma bala na cabeça. O som dos disparos e gritos foram se tornando mais raros a medida que os homens morriam, mas por vezes era possível ouvir o som das mandíbulas se fechando e os urros de dor. O som de milhares de crocodilos massacrando mil homens é algo raramente ouvido na Terra e não deve ser algo agradável. Quando amanheceu, urubus e abutres sobrevoavam o pântano, ansiosos para limpar aquilo que os crocodilos haviam deixado. Dos cerca de 1000 soldados japoneses que entraram no pântano de Ramree, apenas 20 foram encontrados com vida.”
pantanos de ramree-2
Gostou? Compartilhe mais essa curiosidade assustadora com seus amigos! Deixe suas sugestões no comentário!

Comentários

comentários

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA